Artigos

Assessment of the attitude towards childbirth in health sciences students – development and validation of the questionnaire Cave-St

Artigo | González-Mesa, E., Rengel-Díaz, C., Riklikiene, O. et al. Assessment of the attitude towards childbirth in health sciences students – development and validation of the questionnaire Cave-St. Curr Psychol (2021). https://doi.org/10.1007/s12144-021-01892-4

Body Broken in Half: tackling an Afro-Brazilian migrant’s experience of obstetric violence and racism in Portugal through art making.

Artigo | Barata, Catarina (2022). Body Broken in Half: tackling an Afro-Brazilian migrant’s experience of obstetric violence and racism in Portugal through art making. REVISTA [CON]TEXTOS N.º 10

“You’re in a Hospital, Not a Hotel!”: An Ethnographic Perspective on Consumer Culture, Privilege, and Obstetric Violence in Portugal

Capítulo de Livro | Barata, C. (2022), “”You’re in a Hospital, Not a Hotel!”: An Ethnographic Perspective on Consumer Culture, Previlege and Obstetric Violence in Portugal”, in Castañeda, A. N. et. al., Obstetric Violence: Realities, and Resistance from Around the World. Demeter Press. (pp. 159-176)

“Mix of Races, Bad Uterus”: Obstetric Violence in the Experiences of Afro-Brazilian Migrants in Portugal

Artigo | Barata, Catarina. 2022. ““Mix of Races, Bad Uterus”: Obstetric Violence in the Experiences of Afro-Brazilian Migrants in Portugal” Societies 12, no. 3: 78. https://doi.org/10.3390/soc12030078

O Grande M: Sexualidade e Nascimento

Interseção de raça, género e classe – uma análise das experiências de gravidez, parto e pós-parto das mães negras e afrodescendentes em Lisboa

A emergência de maternidades “naturalizadas” como uma questão de igualdade e cidadania

Tem-me interessado perceber como é que o naturalismo, enquanto referencial ético e normativo da contemporaneidade, se expressa no domínio da maternidade — em particular na gravidez, no parto e na criação dos filhos — e, por outro lado, que consequências é que a adesão a tais ideários acarreta para as relações de género, nomeadamente no contexto da vida familiar e da conjugalidade. Numa fase mais recente da minha pesquisa, uma terceira nascente teórica começa a ser explorada e é relativa à questão da cidadania e dos novos movimentos sociais. Será́ com base nela que me proponho agora pensar o ativismo, ou os ativismos, em torno da parentalidade e do nascimento, em particular…

Events

Maternidade em Portugal antes de depois da Revolução de Abril: representações sobre gravidez, parto e cuidado materno na revista Modas & Bordados (1960-1977)

Sessão científica apresentada por Dulce Morgado Neves, investigadora integrada no CIES- Centro de Investigação e Estudos de Sociologia do Iscte.